Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Um bom exemplo de cidadania

Mäyjo, 01.02.15

MUNDIAL: ADEPTOS DO JAPÃO LEVAM SACOS PARA RECOLHER LIXO DO ESTÁDIO (COM FOTOS)Mundial: adeptos do Japão levam sacos para recolher lixo do estádio (com FOTOS)

Minutos depois de terminar o jogo entre o Japão e a Costa do Marfim, realizado na madrugada de 14 para 15 de Junho, centenas de adeptos japoneses recolheram todo o lixo por si deixado nas bancadas. As fotos correram mundo: munidos de sacos azuis, fãs japoneses retiraram todo o lixo das bancadas que ocuparam durante os noventa minutos do jogo. Por uns momentos, o Mundial deixou os relvados e centrou-se nas bancadas vazias.

Apenas quatro dias depois, o Japão voltou a jogar, desta vez frente à Grécia. Apesar do mau resultado, o cenário repetiu-se: centenas de adeptos a recolher o lixo das bancadas, num estádio já quase vazio.

Segundo o jornal brasileiro Globo, os adeptos japoneses utilizaram os sacos azuis, durante o jogo, para apoiar a equipa – que veste de azul, claro. Pouco antes do jogo terminar, já era possível vez dezenas de fãs a colocar o lixo nos respectivos sacos. Mal o árbitro apitou para o fim da partida, todos eles passaram à fase da limpeza da Arena das Dunas, em Natal.

“É fantástico e um grande exemplo para nós, brasileiros”, explicou o engenheiro Ney Wagner Dutra ao Globo. “Temos que os ajudar. Trouxe os meus dois filhos e o exemplo está garantido”.

O que é surpresa para os restantes adeptos do futebol não passa de rotina para os japoneses. Segundo o Globo, outros adeptos presentes no estádio acabaram, eles próprios, por recolher o seu lixo.

O Globo afirma que os japoneses recolheram, inclusive, lixo deixado por outras pessoas. “Resultado: filas e mais filas de arquibancadas sem lixo no sector onde a claque do Japão ficou concentrada”, explicou o Globo.

Segundo um dos japoneses entrevistados pelo site brasileiro, a limpeza das bancadas é habitual no país nipónico. “Fazemos sempre isto, e não sabíamos que seria tão comentado. Aliás, até nos tiram fotografias”. Veja algumas delas.

 

Civismo japonês invade Mundial

POLUIÇÃO TRANSFORMA LONDRES NUMA CIDADE CHINESA

Mäyjo, 01.02.15

Poluição transforma Londres numa cidade chinesa (com FOTOS)

No dia 2 de Abril de 2014, Londres, viveu um cenário semelhante ao que, muitas vezes, se vê em cidades chinesas: pessoas com o rosto coberto por máscaras a protegerem-se do ar poluído, enquanto crianças e idosos com problemas de saúde foram aconselhados a ficar em casa.

Uma espessa nuvem de areia, denominada Sahara Rain – chuva do Saara – instalou-se na cidade londrina, num período em que a poluição atmosférica, por si só, estava em alta.

Veja algumas das fotos de Londres.

 

Poluição em Londres

 

ARQUIPÉLAGO DOS AÇORES É O DESTINO TURÍSTICO MAIS SUSTENTÁVEL DO MUNDO

Mäyjo, 01.02.15

Arquipélago dos Açores é o destino turístico mais sustentável do mundo

Os Açores foram eleitos como o destino turístico mais sustentável do mundo pela plataforma internacional Green Destinations. O ranking global dos 100 destinos mais sustentáveis foi publicado este ano pela primeira vez e tem como objectivo distinguir os esforços ambientais das várias regiões avaliadas.

O arquipélago conseguiu uma pontuação total de 8,9 em 10, que reflecte os resultados de vários critérios divididos em categorias como Natureza, Qualidade Ambiental, Cultura, Economia Verde, Bem-estar Social e Políticas Ambientais.

Além dos Açores também outros destinos portugueses conseguiram ficar nos dez lugares cimeiros, como é o caso da região Cascais-Estoril, no 8º lugar, e Lagos, na 9ª posição. Ainda dentro dos 100 destinos mais sustentáveis é possível encontrar a região do Oeste, a Serra do Socorro e Archeira e Sintra.

A escola das cidades para integrar a lista dos 100 destinos turísticos mais sustentáveis começou com a apresentação de propostas nas redes sociais que foram posteriormente avaliadas por um júri de 30especialistas internacionais em turismo e sustentabilidade que escolheram os locais com melhor desempenho global.

Foto: EatsShootsEdits / Creative Commons

A Agricultura Biológica - a afirmação de um Movimento de reaproximação da Natureza

Mäyjo, 01.02.15

Neste artigo recorda-se as origens do Movimento da Agricultura Biológica, no pós-II Guerra Mundial e faz-se uma apresentação das estatísticas que caracterizam o setor na atualidade e a sua evolução nos últimos anos a nível global, europeu e nacional.

Perspetiva histórica

A Agricultura Biológica é o modo ancestral de exploração agrícola, mas apenas surgiu como movimento em meados do século XX como reação ao recurso cada vez mais frequente na prática agrícola a químicos de síntese.

O uso destes químicos começou com a revolução industrial (séculos XVIII e XIX) mas sofreu um grande impulso no pós-II Guerra Mundial quando os produtos de síntese utilizados no fabrico de munições e na luta química foram transformados em fertilizantes e inseticidas poderosos.

Estes desenvolvimentos conduziram à vulgarização do uso dos fertilizantes e dos pesticidas na agricultura, a par da generalização da irrigação a grande-escala. Foi em resposta estas alterações das práticas tradicionais que surgiu a Agricultura Biológica cujo objetivo é restaurar o equilíbrio perdido como resultado do rápido desenvolvimento tecnológico, que teve custos ambientais.

Em contraste com os métodos agrícolas mais modernos, a Agricultura Biológica apresenta-se uma alternativa “naturalista” que se baseia no uso da rotação de culturas, de estrume e composto como adubo e do recurso a métodos biológicos, culturais e físicos de controlo de pragas, rejeitando o recurso a químicos de síntese com efeitos nocivos para o Ambiente.

A notoriedade da Agricultura Biológica foi crescendo timidamente nas décadas que se seguiram aos seu aparecimento, tendo em 1972 sido fundada a Federação Internacional dos Movimentos de Agricultura Biológica (International Federation of Organix Agriculture Movements – IFOAM) que foi a responsável pela criação dos padrões pelos quais se regem as práticas de Agricultura Biológica a nível mundial.

Mas foi a partir da década de 1990 que a Agricultura Biológica começou a ganhar mais notoriedade, acompanhando a crescente consciencialização da sociedade no que diz respeito aos impactos da Agricultura convencional no Ambiente, e simultaneamente o crescente desejo de uma reaproximação da Natureza, que conduziu ao aumento da procura de produtos mais “naturais”.

E SE A SILHUETA ICÓNICA DE NOVA IORQUE DESAPARECESSE DURANTE A NOITE?

Mäyjo, 01.02.15

E se a silhueta icónica de Nova Iorque desaparecesse durante a noite?

Quando saímos de uma divisão da casa para outra o mais óbvio é apagar as luzes para poupar energia. Se fazemos isto em casa, por que não fazê-lo nos edifícios públicos e comerciais? É basicamente isto que Donovan Richards, membro da assembleia municipal de Nova Iorque quer fazer.

Richards quer que as luzes de 40.000 edifícios comerciais da Big Apple sejam apagadas durante a noite, quando os espaços não estão a ser utilizados, para poupar energia e salvar o ambiente. Para que a medida seja levada a sério, o deputado municipal, que faz parte do grupo de protecção ambiental, apresentou uma proposta para proibir os donos dos edifícios de iluminar os interiores e exteriores dos edifícios durante a noite.

O objectivo da proposta é diminuir as emissões de gases com efeito de estufa de Nova Iorque, sendo que 37% destas emissões provém de edifícios comerciais, industriais ou institucionais. A proposta de Richards é que cada infracção resulte numa multa de €804.

Para quem possa estar preocupado com o desaparecimento da silhueta icónica durante a noite não há motivos para alarme. A proposta apresentada contempla várias excepções. Segundo o documento elaborado por Richards, as montras das lojas podem ficar iluminadas se as superfícies comerciais aderirem a certos requisitos de eficiência energética. Exposições sazonais e luzes de segurança também são uma excepção, bem como edifícios icónicos da cidade.

“Esta proposta é acima de tudo acerca da conservação energética e para reduzir a contribuição de Nova Iorque para um planeta cada vez mais quente”, indica Richards, cita o City Lab. “Se a nossa principal preocupação enquanto cidade é a manter o status quo no que concerne ao consumo energético e produção de resíduos, deixaremos de ter um planeta que suporte a vida humana”, acrescenta.

A ideia de ter as luzes de milhares de edifícios apagadas durante a noite surgiu a Richards durante uma visita a Paris, onde uma medida semelhante foi implementada em 2013.

Foto:  LJTee / Creative Common

NOVA IORQUE: COLOCAR DISPOSITIVOS ELETRÓNICOS E ELETRODOMÉSTICOS NO LIXO VAI PASSAR A SER ILEGAL

Mäyjo, 01.02.15

Nova Iorque: colocar dispositivos electrónicos e electrodomésticos no lixo vai passar a ser ilegal

Nova Iorque quer reduzir o lixo electrónico e, como tal, a partir do início de 2015 passa a ser ilegal deitar electrodomésticos ou qualquer tipo de dispositivo electrónico no lixo comum.

Colocar estes objectos no lixo é o mesmo que dizer que o seu destino é acabar numa lixeira, onde, sob a acção do tempo, acabam por libertar produtos químicos nefastos para o ambiente, animais, plantas e humanos. Adicionalmente, muitas partes metálicas destes equipamentos podem ser recicladas, o que permite reduzir o impacto destes objectos no meio-ambiente.

A partir de Janeiro os nova-iorquinos vão ter várias opções de reciclagem destes equipamentos. Superfícies comerciais como a Staples ou a Best Buy vão ter pontos de recolha destes objectos. Vários produtores destes equipamentos vão passar a ter um serviço de recolha e grandes edifícios residenciais da cidade vão ter também acesso a um serviço de recolha gratuito, escreve o TreeHugger.

Caso os electrodomésticos e dispositivos electrónicos estejam apenas velhos podem ser doados ou vendidos através do serviço NYC Stuff Exchange.

Nova Iorque proíbe já a colocação de baterias recarregáveis no lixo e obriga a que todas as operadoras de telecomunicações recolham telemóveis em fim de vida para reciclagem. Em 2012, os Estados Unidos geraram mais lixo electrónico por habitante que qualquer outro país no mundo.

Foto: curtis palmer/ Creative Commons

O curdistão e a etnia curda

Mäyjo, 01.02.15

Localização de Curdistão

Curdistão  (em curdo: كوردستان ou Kurdistan) é uma região com cerca de 500.000 km² distribuídos em sua maior parte na Turquia e o restante no Iraque, Irão, Síria, Arménia e Azerbaijão. Seu nome, que vem do persa e significa "terra dos curdos" foi cunhado em 1150 pelo sultão Sanjar para designar uma parte do Irão ocidental.

Atualmente os curdos são a mais numerosa etnia sem Estado no mundo. São 26 milhões de pessoas, na sua maioria muçulmanos sunitas, que se organizam em clãs e, em algumas regiões, falam o idioma curdo.

Fonte: wikipédia

 

Porque esteve tanto frio há uns dias atrás?

Mäyjo, 01.02.15

... Porque a pressão atmosférica bateu recorde com valores ao nível da Sibéria

A pressão atmosférica em Portugal atingiu, nas primieras semanas de janeiro dias valores muito acima do normal. O extremo absoluto, com valores ao nível da Sibéria e do Alasca, foi alcançado no dia 9 de janeiro, sexta-feira.
 
Pressão atmosférica bateu recorde com valores ao nível da Sibéria
FOTO IPMA
 

De acordo com um comunicado divulgado no dia 15, quinta-feira, pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a Península Ibérica e a região Atlântica adjacente esteve, desde o dia 16 de dezembro, sob influência de um anticiclone de bloqueio, que faz elevar a pressão atmosférica.

No dia 9, com o núcleo do anticiclone localizado entre Bragança e Salamanca, registou-se, às 10 horas, em Bragança e em Chaves, 1050,3 hPa de pressão ao nível médio do mar, sendo o valor mais elevado de pressão atingido na rede de estações meteorológicas do IPMA.

Citado pela TSF, Pedro Viterbo, diretor do Departamento de Meteorologia e Geofísica do IPMA, explica que a pressão atmosférica pode definir-se, de uma forma simples, como "o peso do ar que está em cima de nós".

O especialista do IPMA explicou, ainda, que os valores altos de pressão têm sido registados em quase todo o continente, acima dos 1040 hPa. Este é um valor muito invulgar em Portugal, mas comum na Sibéria ou no Alasca.

Apesar dos valores terem diminuído desde o final da semana passada, quando foi atingido o pico de pressão, os valores continuam "muito elevados" durante estes dias e só deve voltar aos valores normais no início da próxima semana.

Libertadas 51 crianças e mulheres da minoria religiosa yazidi

Mäyjo, 01.02.15

Um grupo de 51 crianças e mulheres da minoria religiosa yazidi, sequestradas pelos "jihadistas" do movimento extremista Estado Islâmico, foi, libertado por combatentes peshmergas, as forças da região autónoma iraquiana do Curdistão.

 

Manifestação de curdos yazidis em Oldenburg, na Alemanha

 

A informação foi confirmada por Ashti Kuyar, comandante das forças do Monte Sinjar, responsáveis pela libertação dos reféns. O militar curdo preferiu não fornecer mais informações sobre a operação de resgate, alegando motivos de segurança.

Ashti Kuyar referiu que o grupo de reféns está neste momento na zona do Monte Sinjar, no norte do Iraque, acrescentando que as crianças e as mulheres vão ser transportadas, via helicóptero, para a província de Dohuk, terceira cidade do Curdistão iraquiano.

O EI ocupou no passado dia 3 de agosto a cidade de Sinjar. Na altura, os 'jihadistas' sequestraram centenas de mulheres da minoria religiosa yazidi, transferindo-as posteriormente para diferentes prisões localizadas no norte do Iraque.

Em finais de junho passado, o EI proclamou um califado nas zonas que controla na Síria e no Iraque.

Desde então, mais de 500 mil yazidis e membros de outras religiões minoritárias fugiram do norte do Iraque e algumas centenas foram assassinados, segundo os dados das Nações Unidas.

Os yazidis são uma comunidade ancestral que vive na zona norte do Iraque e em algumas partes da Síria e da Turquia.

Esta minoria religiosa mistura elementos de várias tradições religiosas, como o zoroastrianismo, que chegou a ser a religião maioritária na antiga Pérsia, mas também do Islão e do cristianismo. A minoria é particularmente repudiada pelos islamitas sunitas, que apelidam os yazidis de satânicos.

Na semana passada também foram libertados cerca de 200 yazidis que estavam nas mãos dos rebeldes mujaidines, incluindo 50 crianças.

 

in:  http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=4225791&page=-1

 

 

Estado Islâmico liberta mais de 200 iraquianos da minoria religiosa yazidi

Mäyjo, 01.02.15

Mais de 200 iraquianos da minoria religiosa yazidi foram  libertados, no dia 17 de janeiro, por um grupo do Estado Islâmico (EI) no norte do Iraque, muitos com problemas psíquicos e mentais, depois de terem estado meses nas mãos dos "jihadistas".

Esta é a mais importante libertação de reféns pelo grupo extremista sunita responsável de várias atrocidades, disseram responsáveis iraquianos, afirmando-se surpresos por esta tomada de decisão sem qualquer coordenação com as autoridades, noticia a agência France-Presse.

A agência noticiosa francesa dá conta do "ar exausto e perdido" dos yazidi libertados, alguns em cadeiras de rodas, outros movimentando-se com apoio de cajados, e que foram levados para um centro de saúde na estrada que liga Kirkuk a Erbil, a capital do Curdistão iraquiano.

Os yazidi são uma comunidade étnico-religiosa curda, que representa uma crença com raízes no zoroastrismo, religião monoteísta fundada na antiga Pérsia pelo profeta Zaratustra.